Feeds:
Posts
Comentários

Redação ABC

Depois de uma vitória fora de casa na primeira rodada do Pernambucano [2×1 contra o Vera Cruz], o Santa Cruz não saiu do empate, no Mundão, contra o Central, neste chuvoso domingo (17). Com o 1 x 1, o tricolor conseguiu só um ponto, somando quatro, e está na terceira posição da tabela.

O primeiro tempo se resumiu a um jogo de ataque contra defesa. O Santa Cruz – por jogar em casa – começou em cima, mas não transformou as oportunidades em gols. Assim, uma das máximas mais verdadeiras do futebol, entrou em campo, mais uma vez. O “Quem não faz leva” vestiu a camisa caruaruense, para desespero Coral.

Aos 29 minutos, o Central, defensivo e apostando nos contra-ataques, abriu o placar. O lateral Anchieta lançou a bola na área e o atacante Geraílton subiu mais alto para fezer o primeiro gol da partida.

O Santa Cruz voltou a criar oportunidades, porém o ataque coral não estava inspirado nesta tarde. O lance que deu esperanças a torcida tricolor foi a expulsão do volante Rodrigo Santos da Patativa, no final do primeiro tempo.

Mas, no início da segunda etapa, o volante coral André Paulino também foi mais cedo para o chuveiro, e a esperança diminuiu. Até aos 4 minutos, Joélson reacender o fogo tricolor, nesta tarde fria. O atacante mandou de voleio para as redes, a partir de um toque de cabeça do atacante André Leonel.

Porém, o que parecia virar um incêndio, se resumiu a poucas labaredas. Depois do gol, o tricolor parecia cansado e não levou mais perigo a meta Patativa. Além disso, o Central encaixou a marcação e, assim, o jogo terminou mesmo com o placar empatado.

Ficha:

Santa Cruz

Darci; Baiano, Leandro Cardoso, Luiz Eduardo, Robinho, Goiano, Marcelinho (Thomas Anderson), André Paulino, Elvis (Natan), Joelson (Marcos Mendes), André Leonel. Técnico: Lori Sandri.

Central

Izaias; Nilmar, Emerson, Paiva, Anchieta, Ione (Fernando Pires), Elton, Rodrigo Santos, Marquinhos Alagoano, Geraílton, Anderley (Gil). Técnico: Reginaldo Souza.

Gols:

Central Geraílton (29 minutos do 1º); Santa Cruz – Joélson (4 minutos do 2º)

Anúncios

Redação ABC

Jogar bem está virando, novamente, sinônimo de Ronaldinho Gaúcho. O crack brazuca teve outra bela atuação pelo Milan neste domingo (17). Na vitória do clube italiano por 4 x 0 sobre o Siena, o meia mandou três pras redes.

O estrago do Gaúcho começou tímido. Aos 17 minutos, em cobrança de pênalti, o jogador abriu o placar. Borrielo, ainda no primeiro tempo, ampliou o placar. 2 x 0.

Foi na segunda etapa que o show do brasileiro entrou em campo. Logo no início, ele fez uma linda jogada dentro da área, entortou dois zagueiros – especialidade – e por pouco não fez o terceiro.

O segundo gol de Ronaldinho estava maduro. E, aos 27, o goleiro do Siena viu a rede balançar mais uma vez, em um toque de cabeça do artilheiro.

Mas, do que seria de uma partida inspirada, sem um lindo gol? Nada… E esta palavra não deve existir no dicionário de Ronaldinho, pois, aos 44, o jogador recebeu na entrada da área e bateu no ângulo, acordando a Coruja.

No entanto, quem ele quer, de verdade, acordar é o técnico Dunga. Alguém tem dúvida que ele está conseguindo?

Gols:

Esportes

Derley, autor dos dois gols alvirrubros

Com uma vitória no segundo tempo, o Náutico bateu o Salgueiro, por 2×1, pela segunda rodada o Pernambucano, e dois gol de Derley. Eita, que esse algarismo fez o estrago no Estádio dos Aflitos. O importante é que ele foi responsável por outro número bem mais importante: os três pontos.

No começo da partida, o Timbu mostrou as mesmas deficiências do jogo passado, quando foi derrotado pelo Vera Cruz. A falta de entrosamento e a marcação fraca foram os responsáveis para o Náutico emperrar no jogo. Quem pareceu bem mais solto, foi França do Salgueiro que aos 40 abriu o placar para os visitantes.

Na segunda etapa outro jogo. Mais ofensivo, os alvirrubros, empataram a partida logo aos 9 minutos. Carlinhos Bala cruzou para Elton, o meia arrumou de cabeça e Derley mandou para o gol.

Dez minutos se passaram e, depois de uma falta cobrada por Cralinhos Bala, Derley fez o segundo e virou o placar para o Timbu. Com o marcador favorável, o Náutico recuou, valorizando a posse de bola e reduzindo o nível técnico da partida.

Na próxima quarta, o Náutico enfrenta o Ypiranga em Santa Cruz do Capibaribe, enquanto o Salgueiro vai Caruaru encarar o Central.

Ficha:

Náutico
Glédson; Ramirez, Cláudio Luiz e Gomes; Derley, Márcio Tinga (Nílson), Marquinhos, Dinda (Thiaguinho) e Anderson Santana (Diego); Carlinhos Bala e Élton. Técnico: Guilherme Macuglia.

Salgueiro
Dias; Rogério (Daniel); Eridon, Henrique e Nildo Petrolina; Moreilândia, Renato (Vitor Caicó), Tiago (Algodão) e Heider; França e Gilson Costa. Técnico: Paulo Júnior.

Gols: Derley, aos 9 e 19 do segundo tempo.

Redação ABC

Finalmente o atacante Vágner Love foi apresentado pelo Flamengo. Tido como a principal contratação rubro-negra, para um ano de Taça Libertadores, o matador se mostrou bastante emocionado.

Vagner Love afirmou que vestir a camisa do clube é como realizar um sonho. E, assim, o choro foi inevitável. “Estou arrepiado. Não é brincadeira não, é complicado até falar. É um sonho de infância. Só eu e quem me acompanha sabe (chora). Vou fazer de tudo para retribuir, porque sei que torceram muito. A partir de amanhã (sábado) no treino vou dar minha vida.”

Ansioso, Love afirmou que só ficou tranquilo com a negociação confirmada. “Quando começou a negociação, já nem dormia direito. Graças a Deus deu tudo certo. Quando acertamos, foi o único dia que consegui dormir bem”, confidenciou.

O atacante chegou atrasado à apresentação. O motivo: As curiosas madeixas, que passaram pelas mãos de um cabeleireiro, no Realengo. Elas sempre representam o clube no qual o atleta defende.

Redação ABC

A moral do atacante Robinho, no Manchester City, não está tão alta, como ele deve pensar. O novo técnico do clube, o italiano Roberto Mancini, afirmou, nesta sexta-feira (15), que o atacante brasileiro não tem vaga cativa na equipe.

Apesar da fama e da alta quantia que o clube desembolsou por ele em 2008, o treinador falou: “O preço que custou um jogador não é importante. Importante é que ele trabalhe duro e jogue bem”.

Robinho parece não ter muita sorte com os treinadores que passam pelo City. O ex-treinador do City Mark Hughes não tinha uma boa relação com o atleta. Além disso, o brasileiro, que quase foi para o Barcelona na última janela de transferências, já foi acusado várias vezes de não se esforçar o suficiente.

– Isso deve explicar a antipatia dos comandantes.

Redação ABC

Sport vai ao Carneirão enfrentar o Vitória no domingo (17) às 16h e para tentar a vitória contará com 20 Leões. Os atletas inscritos na partida são:

Goleiros: Magrão e Saulo.

Zagueiros: César, Elias, Igor, Juliano e Montoya.

Laterais/alas: Dutra, Julio César e Jackson.

Volantes: Eduardo Ramos e Zé Antônio

Meias: Isael, Juninho e Ricardinho.

Atacantes: Ciro, Dairo, Nadson e Wilson

Entre os jogadores que não foram regularizados estão:

No departamento médico: Adriano Pimenta, Eduardo Ratinho e Luciano Henrique.

Aprimorando o condicionamento físico: Daniel Paulista e Tobi.

Revelações que ainda tiveram oportunidade na temporada: Thiago (goleiro); Igor César (zagueiro), Xinho e Madson (volantes), Kassio (meia) e Everton Felipe (atacante).

Da assessoria do clube

A diretoria do Timbu anunciou nesta manhã de sexta-feira a contratação de mais dois jogadores para a temporada 2010, o meia Zé Carlos e o lateral-direito Denis. Os dois chegam hoje em Recife e ficam no Timbu até o final de novembro.

Zé Carlos tem 29 anos e estava no Goiás. Passou pelo São Caetano, Corinthians, futebol japonês e Botafogo. Já Denis, de 26 anos, pertence ao Corinthians e já vestiu a camisa da Ponte Preta, Ipatinga, Santos e Avaí.

Os novos atletas vão ser apresentados nesta segunda-feira (18), após realização dos exames médicos e assinatura de contrato. A diretoria do Timbu já contratou nove jogadores para a temporada 2010. O goleiro Gustavo, os zagueiros Gomes e Vinícius, os volantes Ramirez e Tinga, os meia Itamar e Zé Carlos, o atacante Geilson e o lateral Denis.