Feeds:
Posts
Comentários

Redação ABC

O Arquibancada Blog Clube foi criado na intenção de passar as melhores notícias de futebol para os brasileiros e, principalmente, para os Pernambucanos. Sendo assim a redação do blog sempre estará correndo atrás das matérias para que os leitores acompanhem as novidades no “mundo da bola”. E não há nada melhor do que uma melhoria visual para tornar ainda mais profissional e sério o trabalho do site. Por isso nasceu o arquibancadablogclube.com.br

O grupo Arquibancada Blog Clube contratou a 4cabeças uma empresa de webdesign, nova e ascendente em Pernambuco. A principal intenção da parceria é unir qualidade textual com visual, sem deixar de lado a imparcialidade e o comprometimento com os leitores. Como nosso intenção é sempre melhorar, sempre estaremos dispostos a receber opiniões e críticas. O novo e-mail é contato@arquibancadablogclube.com.br

Joelson comanda a vitória tricolor sobre o Azulão

Redação ABC

O Santa Cruz arrancou os três pontos e a vice-liderança da Cabense nesta quarta (20). Os lances mais decisivos da partida só aconteceram na segunda etapa da partida. Até por que no primeiro tempo o time da casa botou pressão no tricolor e quase sai na frente em algumas oportunidades. Mas quase no fim do duelo o, quase não escalado, atacante Joélson marcou duas vezes, chegou a seu quarto gol e garantiu a vitória para a Cobra Coral.

A noite desta quarta seria a estreia no Pernambucano do atacante Gaushow, em condições de jogo e com a torcida ansiosa para o retorno do atleta tricolor. Porém o atleta não foi regularizado e sequer foi inscrito. E ao ocasião deu a chance para um outro matador mostrar o valor, o jovem Joélson.

Cabense ataca

A partida começou balanceada e, principalmente, com disputas no meio-campo. Isso até os 12 minutos, quando o Azulão mostrou à Cobra Coral quem manda no Gileno de Carli. A Cabense terminou o primeiro tempo com cinco finalizações a mais que o Santa, (6 a 1) e o placar igualado, em zero a zero.

Santa ataca

“Problema da Cabense”,deve ter pensado o técnico Lori Sandri quando mandou a time de volta no segundo tempo. O Santa entrou uma outra equipe, e começou a crescer no jogo a partir dos 13 com a entrada de Val Barreto no lugar de André Leonel e a mudança no esquema tático, quando saiu do 3-5-2 para o 4-4-2. A troca gerou mais movimentação e ofensividade e, aos 22, acarretou na expulsão do volante Dinho, que já havia levado um cartão amarelo no primeiro tempo e após o segundo foi expulso.

Santo Joélson

O que mais o técnico Azulão esperava era não ter um jogador a menos. No entanto, Dinho não fez a lição de casa e acabou fora da partida, dando à Cobra mostrar seu veneno. As melhores chances do tricolor começaram a surgir a partir dos 30 da segunda etapa. Alysson cobrou uma falta no travessão e no rebote Val Barreto mandou para linha de fundo. Dois minutos depois Gilberto Matuto cobrou escanteio e o pequeno Joélson marcou de cabeça. O que já parecia decidido ficou ainda mais quando, faltando um minuto para o fim do tempo regulamentar, Leo, subtsituto de Elvis, recebeu lançamento na boa e literalmente “deu” segundo gol para Joélson, que apenas colocou nas redes.

Redação ABC

Hamilton

Quem acredita no “antes tarde do que nunca” está redondamente enganado. Foi assim que aconteceu com o volante Hamilton. Ele apareceu na Ilha do Retiro, nesta terça-feira (18), mas não deverá ficar para compor o elenco.

O atleta estava esperando propostas de clubes do exterior, como nenhum acerto foi confirmado, o jogador deixou claro que “no Brasil, a primeira opção é o Sport”. Além disso, ele confirmou que na manhã dessa quarta-feira (20) haverá um encontro com o presidente Sílvio Guimarães para tratar da “situação no clube”.

No entanto, na entrevista coletiva, o treinador Givanildo Oliveira foi bastante enfático, ao ser indagado sobre o volante: “Não. Não interessa!” Poucos minutos depois, a informação foi confirmada pelo presidente Silvio Guimarães. “Ela não vai permanecer no clube, o treinador nã quer.”

– Agora é esperar até amanhã.

Boas notícias

O meia Ricardinho e o volante Daniel Paulista participaram ativamente do rachão realizado na Ilha do Retiro, na tarde desta terça-feira (19). Inclusive, o primeiro, que era dúvida para o jogo da próxima quarta-feira (20), contra o Porto, já foi confirmado no time titular.

“Não estou 100% para a partida, no máximo 70%. Sinto um pouco de dor, e ainda está inchado. Mesmo assim, me sinto bem e quero participar. Além disso, devo usar uma proteção”, confirmou Ricardinho. O treinador Givanildo Oliveira também garantiu a participação do atleta e confirmou a equipe que entrará em campo contra o Porto.

A equipe forma com: Magrão; Igor, César e Montoya; Júlio César, Zé Antônio, Eduardo Ramos, Ricardinho e Dutra; Wilson e Nadson.

Andrade

O jogador terminou o Brasileirão como titular ao lado de Hamilton e também não permanecerá na Ilha do Retiro. O procurador do atleta e a Diretoria rubro-negra não chegaram a um consenso e Andrade também deve seguir como ex-volante do Leão.

Campanha de Sócios

Caso os rubro-negros ainda não perceberam, o site oficial do clube está desativado. O motivo é a implantação, na web, da nova campanha de sócios do Sport. A página do Leão volta ao ar, às 18h desta quarta-feira (20).

Mas para os torcedores, intencionados em se cadastrar como sócio, o site só disponibilizará o espaço a partir das 22h, da própria quarta.

Redação ABC

Mais uma novela teve final na Ilha do Retiro. O imbróglio entre o Sport e o Governo de Pernambuco sobre a quantidade de ingressos do programa Todos com a Nota foi resolvido nesta segunda-feira.

Em entrevista ao Blog do Torcedor, o assessor do programa Todos com a Nota, Gustavo Aguiar, revelou o acordo. No Campeonato Pernambucano, o Leão terá direito a 10 mil ingressos contra as equipes do interior, e 8 mil nos clássicos. Já na Série B, o Sport contará com 10 mil bilhetes em todos os jogos em que for o mandante na competição. 

Redação ABC

– Quer ler uma novidade?!
A Avenida Agamenon Magalhães, em Recife, foi palco mais uma vez de uma batalha entre torcedores do Sport e do Santa Cruz, na noite deste domingo (17).

Assustados com a violência, moradores da área chamaram a polícia. Mas… Pasmem! Os agentes só chegaram depois de terminada a confusão – Quase, em?!

De acordo com testemunhas, cerca de 40 adolescentes se agrediram com pedras e tijolos. Pelo menos três carros foram atingidos e tiveram os vidros quebrados.

Com informações do pe360graus

A segunda rodada do Pernambucano terminou. O Sport divide a liderança com a Cabense, só vence no saldo de gols, por conta da goleada sobre o Vitória. Ypiranga e Sete de Setembro foram os únicos que ainda não conseguiram pontuar e por isso dividem a lanterna, inclusive com o mesmo saldo de gols, então o critério de desempate foi o número de gols feitos.

Sport goleia e divide a liderança com a Cabense

Sport

Redação ABC

Sport foi a passeio no Carneirão neste domingo (17) e meteu um chocolate de cinco barras no Vitória, 5×1. Leão fez três no primeiro tempo e mais dois no segundo, Ricardinho, Júlio César Wilson (2) e Igor. No finzinho do jogo, aos 46, o time da casa diminuiu com o ex-rubro-negro Jadílson.

1×0

O Leão já entrou em campo mostrando superioridade técnica e, inclusive, muito entrosamento do que na partida contra o Araripina. E para alegria dos rubro-negros Ricardinho recebeu passe na pequena área e, em dois tempos, tirou do goleiro Elisandro, em um chute no canto esquerdo. Após o gol, o Vitória saiu mais para o jogo e dos 12 aos 17 minutos colocou pressão no Sport, mas o Goleiro Magrão atento não permitiu o empate.

2×0

Em um contra-ataque Eduardo Ramos lançou Julio César na esquerda que viu o goleiro saindo e de fora da área mandou de cobertura, um golaço. A partida foi uma redenção para o lateral, autor do segundo gol, que foi vaiado na partida contra o Araripina na Ilha do Retiro e foi ovacionado pela torcida rubro-negra, no Carneirão

3×0

Aos 31, foi a vez do Vitória marcar com Tuta, mas o árbitro assinalou a irregularidade. O lance só serviu para reanimar o Sport. Igor arrancou pela linha de fundo e foi derrubado por Sandro Miguel dentro da área, pênalti e cartão amarelo para o zagueiro. Wilson cobrou e ampliou mais uma vez para o Leão. Já havia um esboço da vitória.

Segundo tempo e 4×0

Com 3×0 a favor, parecia que o Sport iria voltar apenas para administrar o jogo. Mas Dutra logo aos 3 min, antes mesmo que o Vitória pudesse reagir, cruzou para Wilson, que pulou de peixinho e colocou mais uma no fundo das redes. Aos 26, Suellington chutou uma falta no travessão rubro-negro e assustou os visitantes, talvez a melhor chance até então.

5×0

Aos 35, o rubro-negro Igor recebeu cruzamento de Dairo e cabeceou no canto esquerdo, foi o quinto do Leão na partida. Alguns minutos depois, aos 39, o Vitória fez o segundo gol irregular.

5×1

O atacante Jadílson, ex-jogador do Sport, que entrou na metade da segunda etapa deu bastante trabalho à zaga rubro-negra e no fim do jogo, aos 46, foi presentado com um gol. César foi cortar um cruzamento e acabou colocando a mão na bola, pênalti. Jadilson bateu na esquerda, Magrão pulou na direita e gol!

Na partida deste domingo o Sport mostrou o que pode fazer quando tem espaço para jogar. Pois contra o Araripina a marcação foi muito mais fechada, normalmente com dez atrás do meio-campo. Só falta o rubro-negro demonstrar se consegue vencer e convencer contra uma equipe bem fechada. A próxima partida é contra o Porto na Ilha do Retiro na quarta-feira(20) às 20h30.

Destaque para Julio César que vem conseguindo o respeito da torcida, pela bela apresentação e principalmente pelo gol.

Redação ABC

Depois de uma vitória fora de casa na primeira rodada do Pernambucano [2×1 contra o Vera Cruz], o Santa Cruz não saiu do empate, no Mundão, contra o Central, neste chuvoso domingo (17). Com o 1 x 1, o tricolor conseguiu só um ponto, somando quatro, e está na terceira posição da tabela.

O primeiro tempo se resumiu a um jogo de ataque contra defesa. O Santa Cruz – por jogar em casa – começou em cima, mas não transformou as oportunidades em gols. Assim, uma das máximas mais verdadeiras do futebol, entrou em campo, mais uma vez. O “Quem não faz leva” vestiu a camisa caruaruense, para desespero Coral.

Aos 29 minutos, o Central, defensivo e apostando nos contra-ataques, abriu o placar. O lateral Anchieta lançou a bola na área e o atacante Geraílton subiu mais alto para fezer o primeiro gol da partida.

O Santa Cruz voltou a criar oportunidades, porém o ataque coral não estava inspirado nesta tarde. O lance que deu esperanças a torcida tricolor foi a expulsão do volante Rodrigo Santos da Patativa, no final do primeiro tempo.

Mas, no início da segunda etapa, o volante coral André Paulino também foi mais cedo para o chuveiro, e a esperança diminuiu. Até aos 4 minutos, Joélson reacender o fogo tricolor, nesta tarde fria. O atacante mandou de voleio para as redes, a partir de um toque de cabeça do atacante André Leonel.

Porém, o que parecia virar um incêndio, se resumiu a poucas labaredas. Depois do gol, o tricolor parecia cansado e não levou mais perigo a meta Patativa. Além disso, o Central encaixou a marcação e, assim, o jogo terminou mesmo com o placar empatado.

Ficha:

Santa Cruz

Darci; Baiano, Leandro Cardoso, Luiz Eduardo, Robinho, Goiano, Marcelinho (Thomas Anderson), André Paulino, Elvis (Natan), Joelson (Marcos Mendes), André Leonel. Técnico: Lori Sandri.

Central

Izaias; Nilmar, Emerson, Paiva, Anchieta, Ione (Fernando Pires), Elton, Rodrigo Santos, Marquinhos Alagoano, Geraílton, Anderley (Gil). Técnico: Reginaldo Souza.

Gols:

Central Geraílton (29 minutos do 1º); Santa Cruz – Joélson (4 minutos do 2º)

Redação ABC

Jogar bem está virando, novamente, sinônimo de Ronaldinho Gaúcho. O crack brazuca teve outra bela atuação pelo Milan neste domingo (17). Na vitória do clube italiano por 4 x 0 sobre o Siena, o meia mandou três pras redes.

O estrago do Gaúcho começou tímido. Aos 17 minutos, em cobrança de pênalti, o jogador abriu o placar. Borrielo, ainda no primeiro tempo, ampliou o placar. 2 x 0.

Foi na segunda etapa que o show do brasileiro entrou em campo. Logo no início, ele fez uma linda jogada dentro da área, entortou dois zagueiros – especialidade – e por pouco não fez o terceiro.

O segundo gol de Ronaldinho estava maduro. E, aos 27, o goleiro do Siena viu a rede balançar mais uma vez, em um toque de cabeça do artilheiro.

Mas, do que seria de uma partida inspirada, sem um lindo gol? Nada… E esta palavra não deve existir no dicionário de Ronaldinho, pois, aos 44, o jogador recebeu na entrada da área e bateu no ângulo, acordando a Coruja.

No entanto, quem ele quer, de verdade, acordar é o técnico Dunga. Alguém tem dúvida que ele está conseguindo?

Gols:

Esportes

Derley, autor dos dois gols alvirrubros

Com uma vitória no segundo tempo, o Náutico bateu o Salgueiro, por 2×1, pela segunda rodada o Pernambucano, e dois gol de Derley. Eita, que esse algarismo fez o estrago no Estádio dos Aflitos. O importante é que ele foi responsável por outro número bem mais importante: os três pontos.

No começo da partida, o Timbu mostrou as mesmas deficiências do jogo passado, quando foi derrotado pelo Vera Cruz. A falta de entrosamento e a marcação fraca foram os responsáveis para o Náutico emperrar no jogo. Quem pareceu bem mais solto, foi França do Salgueiro que aos 40 abriu o placar para os visitantes.

Na segunda etapa outro jogo. Mais ofensivo, os alvirrubros, empataram a partida logo aos 9 minutos. Carlinhos Bala cruzou para Elton, o meia arrumou de cabeça e Derley mandou para o gol.

Dez minutos se passaram e, depois de uma falta cobrada por Cralinhos Bala, Derley fez o segundo e virou o placar para o Timbu. Com o marcador favorável, o Náutico recuou, valorizando a posse de bola e reduzindo o nível técnico da partida.

Na próxima quarta, o Náutico enfrenta o Ypiranga em Santa Cruz do Capibaribe, enquanto o Salgueiro vai Caruaru encarar o Central.

Ficha:

Náutico
Glédson; Ramirez, Cláudio Luiz e Gomes; Derley, Márcio Tinga (Nílson), Marquinhos, Dinda (Thiaguinho) e Anderson Santana (Diego); Carlinhos Bala e Élton. Técnico: Guilherme Macuglia.

Salgueiro
Dias; Rogério (Daniel); Eridon, Henrique e Nildo Petrolina; Moreilândia, Renato (Vitor Caicó), Tiago (Algodão) e Heider; França e Gilson Costa. Técnico: Paulo Júnior.

Gols: Derley, aos 9 e 19 do segundo tempo.